Indiano apresenta infecção parasitária impressionante – Entenda!

0 304

Confira esta imagem médica da cabeça de um jovem e você perceberá que ela está repleta de pontos brancos e cinzas.

Depois de realizar uma investigação sobre essas marcas estranhas, os médicos descobriram que os órgãos do homem estavam crivados de cistos causados ​​pelas larvas de uma tênia parasítica.

Escrevendo no New England Journal of Medicine, médicos na Índia relatam o caso de um homem de 18 anos que veio ao ESIC Medical College e Hospital em Faridabad depois de sofrer um ataque epiléptico.

Os médicos também relataram que o jovem estava confuso e sofrendo de inchaço no olho direito e sensibilidade no testículo direito.

Eles realizaram ressonância magnética de sua cabeça, que revelou a presença de numerosas lesões císticas em toda a camada externa do cérebro. Exames de sangue posteriormente confirmaram que essas marcas eram resultado de neurocisticercose, uma infecção tecidual causada pela forma larval de tênias da Taenia solium.

“A infestação geralmente ocorre pela ingestão de óvulos da tênia”, disse Dr. Nishanth Dev, um dos médicos do caso, à IFLScience.

“A fonte do ovo pode ser qualquer coisa como comida ou água contaminada com fezes contendo seus ovos. Outra fonte é o consumo de carne de porco não cozida ”, acrescentou.

“No nosso caso, como o paciente era vegetariano, supunha-se que a contaminação fecal poderia ter sido a causa”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) observa que as infecções são encontradas principalmente em comunidades agrícolas nos países em desenvolvimento da África, Ásia e América Latina.

Notavelmente, a OMS estima que entre 2,56 a 8,30 milhões de pessoas poderiam estar sofrendo de casos de infecção por tênia, embora muitas pessoas com a infecção por tênia apresentem pouco ou nenhum sintoma. Os médicos enfatizam que esse exemplo é notavelmente extremo.

“Sim, a carga de infestação foi muito alto, envolvendo vários órgãos também”, acrescentou o Dr. Nishanth.

Leia mais

A gravidade do caso sugere que o homem havia sido infectado há algum tempo; no entanto, eles não conseguiram identificar quando a infecção ocorreu.

Infelizmente, foi muito difícil tratar o jovem. As drogas antiparasitárias podem agravar a inflamação e levar a uma acumulação adicional de água nos espaços extracelulares do cérebro. Devido às lesões oculares do homem, os médicos também sabiam que a inflamação poderia levar a uma perda total da visão.

Ele foi tratado com medicamentos antiepilépticos, mas faleceu apenas duas semanas depois.

Fonte: IFLS

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More