Notícia Alternativa
Notícia interessante é Notícia Alternativa - Ciência/Saúde/Cultura/Tecnologia

Evolução em alta velocidade – 1 espécie de linguado tornou-se 2

0 184

Grupo de pesquisa da Universidade de Helsinki descobriu o evento mais rápido de especiação já visto em qualquer vertebrado marinho.

Este achado tem uma implicação importante em como entendemos a evolução no mar.

Os pesquisadores descobriram que o ritmo em que dois grupos de linguados no Mar Báltico se tornaram espécies distintas foi extraordinariamente rápido, cerca de 2400 gerações. Este é de longe o evento mais rápido de especiação em qualquer vertebrado marinho até à data.

“Este é possivelmente um dos melhores exemplos de especiação ecológica, que é o processo pelo qual a seleção gera novas espécies. As espécies evoluíram adaptando-se a diferentes nichos ecológicos, em vez de serem separadas por barreiras geográficas”, diz Dr. Paolo Momigliano, pesquisador de pós-doutorado da Unidade de Pesquisa em Genética Ecológica.

Link 100% seguro

O que torna este achado importante é que no meio marinho as barreiras à dispersão raramente são absolutas, ou seja, correntes podem mover larvas para diferentes ambientes e peixes adultos podem nadar para outro nicho.

Assim, os modelos de especiação que podem agir na ausência de isolamento geográfico completo, como a especiação ecológica, têm provavelmente desempenhado um papel importante na evolução da biodiversidade marinha. No entanto, até à data, a evidência de especiação ecológica no mar é escassa.

“Nosso estudo tem implicações importantes sobre como entendemos a evolução no mar”, confirma Dr. Momigliano.

Árvore genealógica
Árvore genealógica com base nas sequências genéticas. Círculos pretos preenchidos representam indivíduos putativos pelágicos. Círculos vermelhos preenchidos representam indivíduos demersais putativos. Círculos amarelos representam indivíduos de uma localização demersal putativa, que se agruparam em todas as análises anteriores com indivíduos pelágicos.

Como o estudo confirma que há duas espécies de linguados em vez de uma, como é possível distingui-los uns dos outros?

“Eles são morfologicamente quase indistinguíveis, mas têm diferentes comportamentos e adaptações de nascimento. Ambas as espécies invernam em águas mais profundas e se alimentam em águas costeiras rasas no verão. Na primavera, no entanto, uma espécie gera ovos pelágicos em bacias de águas profundas, onde a salinidade é alta o suficiente e os ovos podem tornar-se neutros. A segunda espécie botam ovos menores, mas mais resistentes em águas costeiras rasas. Essas diferenças são conhecidas há algum tempo, mas só agora percebemos que os linguados com diferenças reprodutivas são duas espécies com histórias evolutivas distintas”. Descreve Dr. Momigliano.

Os linguados são economicamente importantes para a pesca e o seu número diminuiu acentuadamente na costa finlandesa. Hoje, a porcentagem desses peixes pelágicos é muito pequena na costa finlandesa, mas uma pesquisa em curso sugere que, nos anos 70 e 80, constituíram a maioria da população.

Fonte: Eurekalert – Artigo

Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se no Notícia Alternativa
Inscreva-se para receber mais notícias e atualizações
Você pode desativar quando quiser