Cerveja poderá ser extinta em um futuro próximo – Saiba o motivo!

0 959

As calotas polares podem estar derretendo, centenas de animais podem ser extintos nas próximas décadas e os recifes de corais podem em breve ser coisa do passado, mas pelo menos poderemos desfrutar de uma boa cerveja enquanto a mudança climática causa estragos em nosso planeta, certo? Não, não conte com isso.

Um novo estudo, publicado hoje na Nature Plants, estimou que secas extremas e ondas de calor provocadas pela mudança climática poderiam diminuir drasticamente a produção de cevada em todo o mundo. Como resultado, veremos a escassez global de cerveja, quedas acentuadas no consumo de cerveja e aumentos nos preços.

Pesquisadores estimam que as mudanças climáticas têm o potencial de reduzir o consumo global de cerveja em até 16%, levando os preços da cerveja a dobrar. Mesmo em cenários menos extremos, o consumo de cerveja pode cair 4% e os preços subirão 15%.

Também parece que os preços da cerveja serão os que mais se destacam em “países relativamente ricos e historicamente amantes da cerveja”, como Bélgica, República Tcheca e Alemanha.

“Muitos alimentos experimentarão um declínio no rendimento, mas bens de luxo serão mais sensíveis aos impactos das mudanças climáticas”, disse o autor britânico Dabo Guan, professor de economia da mudança climática na Universidade de East Anglia, à IFLScience.

“Por exemplo, cevada”, acrescentou. “Apenas uma pequena fração de cevada de boa qualidade é usada para fazer cerveja, cerca de 17%. O resto é cultivado para alimentar os animais. É essa coisa de boa qualidade, geralmente usada para cerveja, que será muito mais vulnerável quando os efeitos da mudança climática acontecerem”.

Como os cientistas investigaram a relação entre mudanças climáticas e as cervejas?

Para descobrir isso, os pesquisadores modelaram os impactos de eventos climáticos extremos, impulsionados pelas mudanças climáticas, no rendimento de cevada em 34 regiões do mundo. Eles então analisaram como o estoque de cevada resultante afetaria a cadeia de suprimentos e mudaria o preço da cerveja em cada região.

Os cientistas gastaram muito tempo estudando como a mudança climática pode afetar o rendimento das colheitas – e com razão. Estima-se que a mudança climática possa causar mais de meio milhão de mortes devido a uma dieta inadequada até 2050, ou seja, entre populações mais pobres de países de baixa e média renda.

Embora os efeitos da escassez de cerveja sejam indubitavelmente menos desastrosos – e em muitos aspectos poderia ser considerado um “problema do primeiro mundo” – a vida cotidiana no mundo em desenvolvimento terá que passar por grandes mudanças se a mudança climática ficar sem controle.

O professor Guan explicou: “Quando a mudança climática realmente entra em vigor, as populações mais pobres nos países em desenvolvimento sofrerão mais devido a problemas com a segurança alimentar. Nos países mais ricos, também poderemos passar pela fome, mas principalmente nosso estilo de vida que será seriamente comprometido.”

Leia mais

“Se houver uma escassez de bebida alcoólica, podemos sofrer com problemas de estabilidade social, como o surgimento de ‘Mercado Negro’. Sempre que há escassez, atividades ilegais podem acontecer com frequência”.

Fonte: IFLS